Síndrome de Trinity, Teste de Bechdel e representatividade (Pílulas de Cinema #1)

Quando falamos de representatividade da mulher no Cinema, alguns conceitos temos de abordar obrigatoriamente. Um dos mais recentes que vem sendo usado por críticas de cinema e cinéfilas de todo o mundo é a Síndrome de Trinity, na qual uma “personagem forte” é colocada na trama como forma de “despistar” a falta de representatividade com qualidade. No programa desta semana, decidi esclarecer um pouco a respeito e explicar porque não podemos mais abrir mão de sermos bem representadas pela Sétima Arte. Aproveitei para falar um pouquinho a respeito também do clássico Teste de Bechdel e como ele influenciou questionamentos a respeito de representatividade em diversas outras áreas. Sou só eu essa semana (risos), mas vale a pena o play!

Para saber mais sobre a Síndrome de Trinity: http://www.momentumsaga.com/2014/06/a-personagem-feminina-forte.html (Texto de Lady Sybylla)

Para saber mais sobre o Teste de Bechdel: https://pt.wikipedia.org/wiki/Teste_de_Bechdel

**Contatos:

Grupo do Telegram “Ouvintes do Podcast O que Assistir”. Faça parte você também! Só clicar no link: telegram.me/ouvintesoqa

Facebook: www.facebook.com/podcastoqueassistir
Twitter: www.twitter.com/podoqueassistir
E-mail: podcastoqueassistir@gmail.com
iTunes: https://itunes.apple.com/br/podcast/podcast-o-que-assistir/id1150193372?mt=2
Tune In: tunein.com/radio/Podcast-O-que-Assistir-p999064/

-> Inscreva-se no nosso canal do Youtube para conteúdos exclusivos: www.youtube.com/oqueassistir

**Músicas usadas neste episódio:

“Trinity Infinity” – Trilha sonora The Matrix
“The White Council” – Trilha sonora The Hobbit: An Unexpected Journey
“Sabor Moreno” – Quincas Moreira
“Gymnopedie n° 1” – Kevin MacLeod
“Good Starts” – Jingle Punks
“Namastê” – Audionautix

Este programa é produzido, gravado e editado por Priscila Armani, usando mesa de som Behringer e o programa de edição de som Audacity. As músicas são provenientes de vídeos disponíveis no Youtube e da Biblioteca de Áudio do Youtube. Todos os direitos reservados aos criadores das faixas.

Post Author: Priscila Armani

mm
Jornalista por formação, Cinéfila por paixão, Crítica por masoquismo. Me aventurando nesse mundo louco da produção de conteúdo ao produzir e apresentar o Podcast O que Assistir.