Um Limite Entre Nós

Adaptado da obra de August Wilson e indicado a 4 categorias no Oscar desse ano, Um Limite Entre Nós (Fences) é um drama marcante, verborrágico e intenso, para o qual é preciso se estar com um bom estado de ânimo para apreciar por completo.

O filme conta a história de Tray Maxson, lixeiro frustrado por não ter conseguido aproveitar todas as oportunidades que a vida lhe ofereceu. O personagem é interpretado por Denzel Washington, que reprisa o papel que já fez quando o texto foi remontado na Broadway, em 2010. Na ocasião, já haviam conversas sobre a realização de um filme com o texto, que levou 30 anos para ser realizado. August Wilson trabalhou na adaptação do texto para a tela grande, mas faleceu em 2005 sem ver o filme realizado.

Uma curiosidade é que os cinco atores principais já haviam atuado na peça e são levados para repetirem seus papéis no filme. Denzel Washington interpretou Tray 114 vezes, o que o fez se sentir confortável para dirigir o filme, seu terceiro trabalho como diretor. O ator ter assumido a direção cumpriu um dos desejos de August Wilson, que queria um afro-americano dirigindo o filme.

A história faz parte de um conjunto de dez contos do chamado Ciclo de Pittsburgh, escrito com o objetivo de retratar a vida dos afro-americanos nos Estados Unidos e como o preconceito de raça interferiu e interfere de maneira decisiva em suas vidas. Apesar de ter um conjunto de obra de grande importância, esse foi o primeiro filme no qual o autor trabalhou na adaptação do texto para o cinema. Vale a pena assistir, especialmente pela atuação memorável de Viola Davis, que interpreta a esposa Rose e rouba a cena.

Post Author: Priscila Armani

mm
Jornalista por formação, Cinéfila por paixão, Crítica por masoquismo. Me aventurando nesse mundo louco da produção de conteúdo ao produzir e apresentar o Podcast O que Assistir.